• Concursos de cartório: tudo o que você precisa saber

    • 11/07/2018
    • Posted By : admin
    • 0 Comment
    • como estudar concursos de cartório concurso cartório mg concurso de cartório minas gerais concursos de cartório 2018 concursos de cartório como funciona concursos de cartório edital concursos de cartório quem pode concorrer concursos de cartório quem pode fazer concursos de cartório salário edital esquematizado cartório etapas concurso de cartório quanto ganha um dono de cartório quanto um tabelião ganha remuneração cartório

    Os concursos de cartório são uma ótima oportunidade para quem procura uma carreira que alie estabilidade e altos rendimentos.

    Além disso, outro grande atrativo desta carreira é a flexibilidade de horários e da jornada de trabalho.

    No Brasil há 13.550 cartórios, sendo que 4.692 ainda estão ‘vagos’, ou seja, são ocupados por interinos que não realizaram concurso. Tal condição contraria a Constituição Federal, que estabelece o ingresso na atividade notarial por meio de concurso público. 

    Quer saber como ingressar nessa carreira? Vem comigo!

    Concursos de cartório: como ingressar na carreira

    Os “Cartórios”, “Serventias ou Ofícios Extrajudiciais”, são os locais onde funcionam os Serviços Notariais (Tabelionatos) e de Registro (Ofícios de Registro). Conforme disposto no art. 236 da Constituição, os serviços notariais e de registro são atividades que constituem funções públicas. Entretanto, não são executadas diretamente pelo Estado, que as delega a particulares.

    O ingresso nessa carreira ocorre por meio de concurso público de provas e títulos (Outorga de Delegações de Notas e de Registro), em cumprimento do art. 236, § 3º da CF/88.

    O certame é realizado pelo poder Judiciário, na forma da Lei 8.935/1994 (Lei dos Notários e dos Registradores). As fases do concurso também contam com a participação da OAB, do Ministério Público, de um notário e de um registrador.

    Quem pode concorrer?

    concursos-de-cartório-bacharel-em-direito

    Parar concorrer, os candidatos precisam ser bacharéis em Direito ou terem exercido atividade notarial ou de registro por um período de 10 anos até a data da primeira publicação do edital do concurso.

    Além disso, precisam possuir nacionalidade brasileira, capacidade civil, estar quites com as obrigações eleitorais e militares (se candidato do sexo masculino), ter aptidão física e mental para exercício das atribuições e não possuir antecedentes criminais e cíveis.

    Veja os editais de concursos de cartórios previstos para 2018 no site Folha Dirigida

    Quais são as etapas dos concursos de cartório?

    O processo é feito geralmente em 5 fases, sendo elas:

    1. Prova objetiva;
    2. Prova escrita/prática;
    3. Comprovação dos requisitos para a Outorga de Delegações;
    4. Prova Oral;
    5. Exame de títulos (para o cargo de tabelião).

    Construa uma base de títulos para o futuro!  A análise da titulação dos candidatos aprovados consiste em uma fase decisiva para a classificação e escolha de um cartório com bom faturamento.

    Por esta razão, para quem pretende prestar concursos de cartório deve pensar desde já em cursar uma Pós-graduação, como especialização em Direito, Mestrado ou Doutorado. A atuação como conciliador e outras atividades também são pontuadas como título, conforme cada edital.

    Depois de passar por todas essas etapas, o candidato passa por uma avaliação de conduta, na qual ele deve apresentar documentos que comprovem que ele possui condições físicas, psicológicas e morais para receber a delegação.

    Remuneração

    remuneração concursos de cartório

    Segundo a estimativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a arrecadação bruta dos cartórios no Brasil em 2017 ultrapassou os R$ 12 bilhões. O maior faturamento já registrado ultrapassa R$ 82 milhões, no Estado de São Paulo, seguido do Rio de Janeiro, Goiás, Paraíba e Minas Gerais, todos com ganhos acima de R$ 18 milhões.

    Ao alcançar o cargo mais alto do cartório, o profissional do direito, dotado de fé pública, exercendo-a, por sua conta e risco, é remunerado por emolumentos, fixados em lei ou regulamento. Estima-se que, em alguns casos, a remuneração possa chegar a R$ 200.000,00 ou mais!

    Então, pode sentar para estudar e começar a sonhar! rsrs…porque você deve guiar seus sonhos e atitudes por um dos princípios básicos da PNL (programação neurolinguística):  “Se alguém já conseguiu você também pode conseguir”.

    Como estudar para concursos de cartório?

    concursos de cartório

    Os benefícios de investir nos concursos de cartório têm seu preço: os concursos são disputadíssimos!

    São considerados um dos mais difíceis do Brasil e, por isso, exigem uma preparação muito específica e 100% direcionada para a área.

    Quem foca nesse tipo de concurso não aproveita as matérias para os demais, o que reflete diretamente na qualificação dos candidatos que tem um nível muito alto! Ou seja, se você escolher estudar para concursos de cartório, vai ter que literalmente se especializar nessa prova.

    Não há como negar que esse é um projeto de estudos a longo longo prazo.

    Para você ter uma ideia, eu acompanho alunos da minha turma Cartório de Elite e alguns deles estão há 10 anos nesse projeto!

    Isso porque o candidato aprovado assume um cartório e continua estudando para outros concursos de cartório. Assim, busca ser aprovado novamente para um cartório cujo faturamento seja ainda melhor e, assim, sucessivamente.

    Disciplinas exigidas nos concursos de cartório

    Os editais variam com relação às disciplinas, por exemplo, o edital do TJ MG exige Conhecimentos Gerais, matéria não exigida em todos os Estados.

    Veja o conjunto de matérias comuns à maioria dos concursos:

    1. Registros públicos
    2. Direito Civil
    3. Direito Processual Civil
    4. Direito Penal
    5. Direito Processual Penal
    6. Direito Tributário
    7. Direito Empresarial
    8. Direito Administrativo
    9. Direito Constitucional

    Para as pessoas que pretendem iniciar os estudos para concursos de cartórios a sugestão é que estudem todas as matérias ao mesmo tempo, com ênfase para Registros públicos e Direito Civil.

    Isso porque as bancas examinadoras que realizam concursos de cartórios, em geral, formulam um maior número de questões destas disciplinas.

    A legislação específica de Registros Públicos é extensa, bem como o nosso Código Civil, com mais de 2.000 dispositivos normativos. Assim, o candidato deve alocar em seu quadro de horários o maior número de horas para se dedicar a estas matérias.

    É importante ressaltar que para cada fase do certame o candidato deve ter uma preparação específica. É preciso técnicas de estudo eficientes para a fixação do conteúdo durante os períodos de preparação.

    Edital Esquematizado

    Se você decidiu por essa carreira e está se sentindo perdido por onde começar a estudar, fique tranquilo! Eu preparei um Edital Esquematizado para Cartórios para você dar o pontal pé inicial na sua jornada.

    Solicite o seu enviando um e-mail para [email protected]

    Coaching para concursos de cartório

    Se você quer começar a estudar para concursos de cartório ou se você quer retomar os estudos para buscar um cartório com o faturamento dos seus sonhos, conte comigo!

    Já acompanhei pessoalmente dezenas de alunos aprovados em todas as etapas deste tipo de certame, inclusive com colocações em 1º lugar!

    Acelere seus estudos com o direcionamento profissional e sinta-se motivado para prosseguir!

    > Quer conhecer o coaching para concursos públicos?

    Entre em contato pelo WhatsApp agora mesmo e vamos começar! WhatsApp (32) 99119-2709

    Os 3 passos para a aprovação na OAB, mesmo com pouco tempo para estudar
    Treinamento-OAB-de-Elite-768x619

    AULA ONLINE GRATUITA ​

No comments found

LEAVE COMMENT

Treinamento Gratuito

Aula Grátis 3 passos para a aprovação na OAB

Categorias